Estudando o tempo…

Estudando o tempo…

tempo
Imagens Pixabay

Depois de analisar o estilo de vida, vamos fazer um estudo do nosso tempo.

A primeira coisa para organizar o meu tempo, fiz um estudo do tempo.  Horas dedicadas as minha atividades pessoais, profissionais e inclusive o tempo livre. Passei a escrever em um caderno, as atividades importantes, supérfluas, cada detalhe era imprescindível, fiz este acompanhamento durante duas semanas.

Esta técnica é simples.

Passei a anotar cada aspecto das atividades diárias, quanto ao tempo, local, vezes repetidas ou não, se era parte da rotina. Cada atividade tem o seu tempo. Duas semanas depois, estava recompilando informações e somando, diminuindo tempo, para montar uma equação que me ajudasse a administrar melhor o meu tempo.

 

calcular_tempo
Imagens Pixabay

Quando uma pessoa não esta acostumada a dividir o tempo em atividades, em um primeiro momento, parece não encaixar nada e que o tempo é escasso. Na verdade o tempo é finito se resume a 24 horas por dia, 1440 minutos e 86400 segundo. A questão é:  o foco não é o tempo propriamente dito, é a atividade que é o foco. Quando penso em que tempo vou dedicar a uma atividade, estou investindo parte do meu tempo, das 24 horas. Tenho que dedicar este tempo, a algo que agregue valor.  Tem que somar para mim, em qualquer circunstâncias.

Exemplo: Se tenho que estudar e parte do tempo dedicado a estudar, estou dedicando a ver email, estou desperdiçando um tempo que tinha designado a uma tarefa importante. Não que olhar o email não seja importante, mas passa a ser trivial, quando mesclo com varias rotinas e não me dedico a apenas uma, a atividade importante para aquele momento, perde em quantidade e em qualidade. E se passo o dia tendo esta atitude com todas as atividades, é normal que chegue ao final do dia cansado e com a sensação de nada feito.

Existem empresas que exigem dos seus empregados um preenchimento de formulário para registro de suas atividades para avaliar o uso que fazem do seu tempo. Algumas empresas controlam tempo de deslocamento de vendedor de cliente a cliente para melhorar a produtividade. Outras controlam o tempo de preparar um pedido, com o fim de preparar mais pedidos com menos pessoas. O controle do tempo é crucial em algumas organizações. Dai vem a frase:  “tempo é dinheiro”.

Longe de pensar que tempo só é dinheiro, Com isso quero estimular um estudo da situação atual, para que você seja mais produtivo e não esqueça de reservar tempo para você, tão importante como tudo.

Quando vamos fazer uma viagem, buscamos os meios (carro, ônibus, trem, barco, avião), traçamos um mapa de rota, de onde estamos e onde queremos chegar, por onde vamos passar, quando e onde vamos parar, que lugares vamos dormir, que tempo vamos dedicar a cada coisa, a quantidade de dias que vamos passar, que quantidade de dinheiro vamos levar, pensamos nos possíveis imprevistos, etc.

Assim, decidi fazer com o meu dia a dia. Pensar em cada situação, em cada momento. Ter um plano “B” e sobretudo ser flexível para adaptar-me aos imprevistos.

Vamos lá!!!  Estuda seu tempo e suas atividades por duas semanas e vai identificar as áreas que precisão ser melhor trabalhadas.

Ricardo Giardino é Coaching, consultor, formador, facilitador.  Master Life Coach (Certificación Internacional en Life Coaching  por AIC, Asociación Internacional en Coaching y por la Escuela Europea de Líderes.)

Escreva ou ligue,  agende o seu horário.

Telefone/ Whatsapp (71) 8545 4125

coaching@ricardogiardino.com

Um comentário em “Estudando o tempo…

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s