Escreve uma carta!

img_9504Escreve uma carta para seu amor próprio!

Existe um tipo de maltrato que está oculto na sociedade, que as vezes tem voz bem suave e em outras é o silêncio; não se percebe porque não deixa marcas, não é tão divulgado.

Digo uma coisa, existe!! Existe ao ponto de corroer a alma e provocar feridas para toda uma vida, simplesmente mata por dentro. Este tipo de maltrato não permite que a pessoa maltratada se expresse, que seja pessoa importante e independente. A pessoa está em um circulo de domínio. Um desejo oculto e “machista” (pode ser exercido por homem ou por mulher) de controlar, de encontrar erros, falhas, defeitos, problemas…e faz a pessoa acreditar de forma sutil e delicada, carinhosa que a vida é um desastre por sua própria culpa. Veja que isso não termina.

A pessoa que te ama, que esta ao teu lado, durante muitos anos, simplesmente é capaz de te anular. Espera!!! e se acaba acreditando no discurso de que sem ele(a) não há vida. Vai ganhando terreno e invadindo a intimidade, manipulando, controlando, vai se metendo em todas as áreas de vida da pessoa, no trabalho, na forma de vestir, em sua agendas, querendo saber todos os contatos, acessa o e-mail e controla as correspondências, limita as amizades com os ciúmes, toma conta da economia da casa e da vida da pessoa…aos poucos até se meter com o que pensa. Terminas as frases, não deixa a pessoa falar, interrompe quando a pessoa fala, obrigando a ouvir, intermináveis monólogos, lentos, chatos e pretensiosos, manipulador.

A pessoa fica triste e desanimada achando que a culpa é dela, vai se anulando em nome de um amor que não existe, de um controle interminável, simplesmente enterrada em um mundo de lagrimas, solidão.

Dói, corrói a alma, sem poder, se apoderaram, luta com forças…luta contra a própria inutilidade. Passivo a violência verbal, gritos, maldições, desqualificações, ameaças e humilhações. Na frente dos filhos, dos amigos e da sociedade. Provocando uma ferida difícil de trabalhar, de curar. Tudo em nome do amor mentiroso.

A liberdade está em vencer amarras de uma sociedade que sangra, que auto engana no vitimismos, para preservar relações destruídas.

Como anda suas relações?

Vem 👊🏽

Coach Giardino

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s