POR QUE EU TOLERO TANTA MENTIRA E TRAIÇÃO?

O movimento das brigas e traições pode funcionar como um anestésico numa relação. Assim, é possível que esteja encobrindo a dolorosa resposta de uma pergunta:

Quem é você sem essa relação?

Algumas relações tem como característica nos fisgar por aquilo que gostaríamos que fosse real. Elas prometem realizar nossos sonhos. Dão provas disso. Mas essa realidade prometida nunca se concretiza completamente. A esse movimento, damos o nome de sedução: sedutor é aquele que encarna o que o seduzido gostaria que ele fosse. Só que essa realidade nunca é pacífica por muito tempo: a pessoa seduzida desta forma logo sente, de forma inconsciente, que foi trapaceada numa fraude emocional. Começa, então, a perseguir o seduzido. Quer moldá-lo. Exige, de forma também inconsciente, que ele corresponda ao que prometeu. Quanto mais investe para que esse sonho se realize, mais cobra. Ao fazer isso, entretanto, investe tamanha energia no outro que perde a si próprio. Passa a não existir sem o outro. Por isso, se torna dependente (ou codependente, porque o outro também depende desse investimento do qual se alimenta).

Para o outro lado dessa relação, manter a dependência é sempre muito bom: beneficia-se desse investimento que cobra que o outro se sacrifique. Por isso, quando sente que pode perder, (re)lança as promessas do sonho. Cria, desse jeito, o efeito de um vício: de um lado, a dor; do outro, as promessas extasiantes e o alívio ilusório. Como qualquer dependência, vai criando um efeito de tolerância. É necessária uma dose cada vez maior – geralmente de conflito.

Como não pode perder, pode também se valer de manipulação, do isolamento da vítima e de desvalidação para mantê-la com a autoestima baixa, sozinha e, portanto, cativa ao relacionamento.

https://youtu.be/urYlwrx4QSA

Resgate-se!
____________________
SOBRE O AUTOR:
Luiz Mateus Pacheco é graduado em psicologia e estudante apaixonado das relações humanas. Ajuda as pessoas a encontrarem maior consciência sobre seus relacionamentos e, portanto, a se tornarem mais saudáveis.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s