Lição 56 – Controle e Amor

Dia 56

Um dos grandes #sofrimentos da humanidade é o controle. Sofre o controlador que não pode controlar nada; e de igual modo, sofre o controlado por não saber dizer não ao controle.

O #controle é uma forma de abandonar a essência humana, em prol de uma visão de mundo falida, deteriorada e ameaçada de extinção para os seres #espirituais.

#Sentei na cadeira, fechei os olhos e por alguns segundos observei a respiração. Deixei de querer controlar os pensamentos, de segui-los e mesmo de modifica-los. E observei a minha essência, por trás dos movimentos cíclicos das ideias de controle.

Acima de tudo, do controle ou do silêncio, eu quero ver de outra #maneira.

Tenho visto um mundo que reflete a minha natureza #amedrontada por causa das minhas ilusões. Meus pensamentos refletem o que penso ser, a um passo de ser substituída pela verdade.

A verdade é #equilibrada, livre de julgamento e imutável. O Amor é Amor, não muda com as circunstâncias. A luz do Amor é ininterrupta, é eterna.

Por trás de um “controle” existe a verdade. Encoberto, o Amor não desaparece. Apenas, deixou de brilhar.

Abandonar o controle é uma disposição espiritual de viver a #plenitude do Amor.

Pai, tu estás em tudo que eu vejo. A minha vontade está unida a tua. Desejo ver este mundo de outra maneira. Com a tua visão, com o teu Amor.

#Pai, tu estás em minha mente, sonda-me, esquadrias minha alma, guia-me em tu caminho. Estou aberto para o teu chamado, usa-me.

Em Cristo,

Coach Giardino

Contato:

contato@ricardogiardino.com

+55 71 985454125

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s