Blog

Biodescodificação com Coach Giardino: Sentido Emocional das Dores de Ouvido

Desmistificando as Crenças

Por Coach Giardino

Para a Biodescodificação o corpo expressa, as insatisfações e as próprias satisfações da vida. 

O sentido emocional, tem uma relação direta com a funcionalidade do órgão que reclama. 

O ouvido e suas partes, composto: ouvido externo, ouvido interno e ouvido médio. 

O ouvido tem mais uma função a parte da audição, que é o órgão do equilíbrio.

Extraído e traduzido do Dicionário-Bio-Emocional 2016

Sentido Biológico do ouvido:

Captar as ondas sonoras do exterior e transforma-las em impulso para compreensão (sons). Para viver precisamos do verbo como alimento afetivo (pedaço).

Está demonstrado que as crianças, que vivem em um ambiente onde não conversam com ela, o desenvolvimento é mais lento, inclusive pode chegar a morrer.

Biodescodifcação – Ouvido

Em menor medidas, o ouvido leva uma leva energia mediante a transformação de frequência (base do sentido musical e a musicoterapia ou sonoterapia. 

Possível conflito: 

Conflito de pedaço auditivo ou julgamento auditivo. “Não quero perder o pedaço (auditivo) vital”. Para los destros (ao contrário para os canhotos): Ouvido esquerdo: algo que não quero perder. “Ouço o que não quero”. Ouvido direito: Algo que não quero agarrar. “Não ouço o que quero”.

Ouvido externo – Possível conflito:

Conflito de separação a nível auditivo. Sim, me sinto separado do pedaço auditivo, posso fazer um eczema, “separação do som”. “Não ouço a voz de uma pessoa querida. Orelha direita: “Não ouço algo que desejaria ouvir”, (desejo contrariado)

Ouvido interno – Possível conflito:

Conflito de separação do pedaço auditivo (palavra ou silêncio). Não tem boas palavras para mim, ou boas explicações. Também pode ser: não tem suficientes “silêncios”. 

Ouvido médio – Possível conflito:

Conflito de agarrar o pedaço auditivo (alimento emocional auditivo) “Não foi possível captar a informação vital para o ouvido”

Não digerir o que se ouve. Para o inconsciente é o mesmo não poder digerir por “falta de alimento”. 

A BIODESCODIFICAÇÃO NÃO RECOMENDA MEDICAMENTOS, NÃO INDUZ A ABANDONAR OS TRATAMENTOS CONVENCIONAIS. AO PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO.

Deseja conhecer mais sobre a Biodescodificação?

Contato: contato@ricardogiardino.com

Coach Giardino

Coach Profissional

Contato:

Tel.: (71) 985454125

Coach Educacional: Disciplina História para o 1º ano e a BNCC – Base Nacional Comum Curricular

Por Coach Giardino

Prazado leitor, 

Construir uma sociedade com bases sólida, nos faz pensar em várias perspectivas:

A própria natureza do indivíduo, que por si só agrega valor a está sociedade;

A família, que traz as suas bagagens da ancestralidade, os rituais, o modo de entender e viver a vida, que aceita ou modifica a base.

E, por conseguinte, a sociedade em si, organizada, com suas regras e modelos preestabelecidos, interferem na própria base. 

E para que serve a base sólida da sociedade? Se formos seres diferentes e vivemos em uma sociedade, que busca por necessidade,padrões preestabelecidos (modelos iguais) e fáceis a serem seguidos. 

Onde entra a História?

Recorremos as competências especificas para o ensino fundamental,  elencadas pela BNCC – Base Nacional Comum Curricular, na pág 400, para comentar e pensar:

1 – Compreender acontecimentos históricos,relações de poder e processos e mecanismos de transformação e manutenção das estruturas sociais, políticas, econômicas e culturais ao longo do tempo e em diferentes espaços para analisar, posicionar-se e intervirno mundo contemporâneo.

A regência de história nos anos iniciais tem a proposta de construir o  sujeito. A construção envolve circunstâncias e fatores diversos, ambientes e inferências que torna o processo longo e complexo. Para o educador, uma missão de vida. 

No entanto, a proposta é ampliar a escala do conhecimento, iniciando pelas referências próximas (família, os amigos, os vizinhos) e contextualizadas (a própria comunidade como referência). Assim, acriança é estimulada a entender ela e o outro. 

Um entender simplificado, mais não simplista, de como funciona a própria sociedade, o lugar em que vive;  as diferenças entre o público e o privado, bem como, o urbano e o rural. 

Inserida neste contexto, observando as transformações ocorridas. Suas consequências e sequelas. Permite, possibilita acriança em seus avanços, perceber, criticar e mesmo inferir nas suas ações. Que resultem em uma intervenção no mundo. 

História e Geografia – BNCC

UNIDADES TEMÁTICAS – Objetos de conhecimentos

  1. Mundo pessoal: meu lugar no mundo
    1. As fases da vida e a ideia de temporalidade (passado, presente e futuro);
    2. As diferentes formas de organização da família e da comunidade: os vínculos pessoais e as relações de amizades;
    3. A escola e a diversidade do grupo social envolvido.
  2.  Mundo Pessoal: eu, meu grupo social e meu tempo
    1. A vida em casa, a vida na escola, e forma de representação social e espacial: os jogos e brincadeiras como forma de interação social e espacial;
    2. A vida em família: diferentes configurações e vínculos
    3. A escola, sua representação espacial, sua história e seu papel na comunidade.

HABILIDADES (se espera que o educando alcance)

EF01HI01 – identificar aspectos do seu crescimento por meio do registro das lembranças particulares ou de lembranças de membros de sua família e/ou de sua comunidade.

EF01HI02 – identificar a relação entre as suas histórias e as histórias de sua família e de sua comunidade.

EF01HI03 – descrever e distinguir os seus papéis e responsabilidade relacionados a família, à escola e à comunidade.

EF01HI04 – identificar as diferenças entre os vários ambientes em que vive (doméstico, escolar e da comunidade), reconhecendo as especificidades dos hábitos e das regras que os regem.

EF01HI05 – identificar semelhanças e diferenças entre jogos e brincadeiras atuais e de outras épocas e lugares.

EF01HI06 – Conhecer as histórias da família e da escola e identificar o papel desempenho por diferentes sujeitos em diferentes espaços. 

EF01HI07 – Identificar mudanças e permanências nas formas de organização familiar.

EF01HI08 – Reconhecer o significado das comemorações e das festas escolares, diferenciando-as das datas festivas comemoradas no âmbito familiar ou da comunidade. 

Desejosos de preparar o indivíduo, como ser pensante e autônomo. Refletir sobre si e seu lugar no mundo, entender o outro e o lugar do outro e várias perspectivas. Fazer um link com os acontecimentos passados e a relação com o presente, para preparar o individuo para o que vai acontecer. Sem a ideia de previsão, e sim,  de ser autor responsável da própria história. 

Nesta perspectiva, buscamos construir um ser humano integral. Consciente da própria realidade de mundo. Com identidade própria e capaz de viver em sociedade, sem perder a própria identidade, sem a intenção de mudar o outro, e sim, aceitar as diferenças como parte do todo. 

Coach Giardino

Coach Educacional

Consultor Educacional

(71) 98545-4125

Fonte:

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. BNCC – Base Nacional Comum Curricular, Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br/wp-content/uploads/2018/02/bncc-20dez-site.pdf. Acesso em 02.12.2018>