Crenças Limitadoras | Coach Giardino

crenças_limitadoras_com_Coach_Giardino

Definição de crença

Crença
substantivo feminino1.
  1. estado, processo mental ou atitude de quem acredita em pessoa ou coisa.
  2. fé, em termos religiosos.

Em seu livro Creencias Limitantes, Wolfgang Hoffmann (pág 92, 2013) afirma que as crenças são um conjunto de ideias, que consideramos “verdadeiras” e não necessariamente possuem um origem racional. Expressam uma visão positiva ou negativa acerca da realidade global ou parcial, externa ou subjetiva do ser.

Exemplo:

“Eu gostaria de escrever um livro, mais não posso porque não tenho tempo suficiente para isso”

“Eu gostaria de fazer exercícios, mais não consigo porque não tenho companhia”

“Eu tenho consciência que meu valor pessoal é alto”

“Eu sempre consigo o que desejo”

“De acordo com Morin  Morin (1991, 1994, 2002a), a complexidade do mundo real – dos objetos e fenômenos da natureza – só pode ser compreendida a partir de uma perspectiva multidimensional (em lugar de unidimensional e fragmentada) e que tenha em vista as incertezas e incompletudes de todo o conhecimento. Nesse sentido, a perspectiva de complexidade considera, na compreensão do mundo real, a ordem, a certeza e a regularidade tanto quanto a desordem, a incerteza, as não-regularidades. Busca conhecer as partes sem desvinculá-las da existência de um todo e vice-versa, levando em conta, assim, as grandes quantidades de interações e unidades existentes na realidade, de forma que as determinações e previsões dão lugar às não-determinações, às possibilidades e aos fenômenos aleatórios”

crencas-limitadoras_1

Pensamentos positivos não são o suficiente

Pensar positivo é ser assertivo. Ajuda, no entanto, pensar positivamente é muito importante desde que você tenha atitudes no mesmo sentido. Muitas pessoas entendem o pensar positivo como apenas fazer afirmações otimistas. Não é bem assim que funciona. Tem uma relação direta com os pensamentos. Quando o estado emocional é positivo, isso é uma consequência de pensamentos positivos que dominam o seu sistema. Todavia, o contrário ocorre, estados emocionais negativos, são carregados de pensamentos negativos. Desse modo, não adianta apenas procurar ter pensamentos positivos para modificar um estada emocional negativo. Se faz necessário,  investigar o sistema de crenças que fundamentam os pensamentos.

O certo é, que a crença dá origem aos pensamentos e que os pensamentos estabelecem o nosso estado emocional:

“Nossas crenças se transformam em pensamentos, os pensamentos em palavras, as palavras se tornam ações e estas ações repetidas se tornam hábitos. E estes hábitos formam nossos valores e nossos valores determinam nosso destino”  Mahatma Gandhi

Como são as crenças?

Quais são os fundamentos da formação das crenças?

Quem é o responsável por suas formações?

Quantas crenças temos?

formação das crenças, depende de você. No entanto, você sofre influências e impactos do “mundo externo”.

À partir de sua análise e percepção a respeito do mundo externo, você forma seu entendimento sobre a realidade, ou seu conjunto de crenças.

De forma geral, as crenças são o conjunto de conclusões que temos a respeito de tudo que existe e o que não existe, ou seja, são as coisas nas quais acreditamos em todos os aspectos da vida.

Em Coaching, costumamos chamar isso de “criação do seu mundo interno” e em Programação Neurolinguística, chamamos de “representação interna de mundo”. Seria como viver seu próprio mundo (pessoal), interagindo com outros mundos (pessoas do mundo externo). Pode parecer meio louco, mas é assim que vivemos.

Cada pessoa, vive seu próprio mundo, suas próprias experiências, vivências, pensamentos, através de seus sentidos:

  • vendo;
  • ouvindo;
  • sentindo;
  • tocando;
  • percebendo a realidade vivida;
  • pensando;
  • concluindo.

Através destes, formamos a decodificação do que é o mundo, criando assim, as respectivas crenças. ou representações do mundo ,segundo a percepção obtida.

Na composição desse cenário interno, cada pessoa tem sua própria peculiaridade:

  • Sua visão individual/pessoal;
  • Sua opinião, ou a que está em formação;
  • Seus próprios gostos;
  • Suas preferências;
  • Sua missão, visão, valores e princípios pessoais;
  • Sua autoestima;
  • Ideia sobre os outros.

Enfim, a sua visão de mundo é exatamente o seu mundo pessoal. A esse a mundo interno, chamamos de cosmovisão.

formação das crenças pode ser automática, muitas vezes como um estalo (sem percebermos); ou lenta e consistente, reforçada por várias outras situações e experiências.

As crenças se formam algumas vezes, de maneira consciente; mas em sua grande maioria, elas se formam inconscientemente, sem o crivo, ou confirmação cognitivo-consciente.

As crenças contribuem demais para o estado e realização das pessoas. Elas tornam possíveis (ou não) o sucesso em suas vidas.

crenças_limitadoras_com_Coach_Giardino_1

Como as crenças se formam?

Objetivamente, as crenças são frequentemente construídas em relação a informações, como princípios, fundamentos, julgamentos, feedback´s e reforços de pessoas significativas a nós.

As crenças são formadas quando essas informações são apresentados a nós, a respeito de nossas identidades e missões.

As crenças se formam à partir das conexões neurais. Através das percepções sensoriais, absorvidas pelos sentidos, construímos pensamentos para entender sobre os diversos assuntos vivenciados no dia a dia.

 

Quando o ser humano ouve, vê, sente, observa e percebe os acontecimentos, ele cria as conclusões sobre esses detalhes.

O pensar humano é um processo essencial para o desenvolvimento da individualidade.

Quanto mais atuamos e percebemos a vida, mais desenvolvemos nossa capacidade de pensar, sentir e formar conclusões, convicções, conceitos (crenças), por exemplo:

Você encontra um amigo que lhe dá um abraço.

Através da percepção sensorial, posso dizer:

“Encontrei um amigo que me deu um abraço caloroso e apertado. – Com isso, formou-se a crença: “ele gosta de mim”.

Caloroso e apertado são concepções desenvolvidas a partir do meu pensamento, vinculado à percepção sensorial do evento (o encontro e o abraço). Isso me leva a uma percepção mais sutil e profunda.

Então, através das minhas vivências e experiências eu crio minhas próprias concepções individuais, do que percebi sensorialmente, através do pensar.

Quando As Crenças Se Formam?

Como descrito acima, nossas crenças se formam na infância e pré-adolescência.

A maior parte das principais crenças, se formam até os 7 anos; e um pouco menos, até 12 anos. Porém, elas continuam se formando, ou se consolidando ou ainda, sendo reforçadas.

Quando nos deparamos com situações que desafiam nossas crenças , temos dificuldade de acreditar porque  temos um padrão mental já preestabelecido. Então repensamos o assunto e colocamos nossa crença em julgamento ou o acontecimento em xeque (tentando racionalizar o que está correto) e assim concluir uma nova crença ou reforçar a existente.

Um exemplo disso é quando nos limitamos a trabalhar sempre numa mesma área, numa mesma empresa, então o comodismo gera uma zona de conforto. Só que essa zona de conforto, é fortalecida pelo medo de enfrentar situações desconhecidas.

Boa notícia sobre a formação das crenças

O princípio que fundamenta as crenças que impedem nosso alcance, é a autoimagem ou o grau de nossa autoestima.

A primeira boa notícia, é que mesmo que você tenha crenças negativas, que estão impedindo você de expandir o seu ser, suas ações e resultados no desenvolvimento pessoal, você pode substituir por crenças positivas ou expansionistas.

Todos nós possuímos recursos para impulsionar os resultados em nossas vidas. No entanto, para acessar esses recursos, é necessário substituir as negativas, pelas positivas.

Entre para lista VIP para recebar mais informações sobre O trabalho do Coach com as crenças.

LISTA-VIP

Fonte: Stofel Coach, Douglas Teixeira, Cristina Longhi

Referência: O pensador

 

Coach Giardino

Executive & Life Coach

Mediador de Conflitos

(71) 985454125

contato@ricardogiardino.com

Um 2018 diferente

2018_diferente_coach_giardino
FOTO: FOTOLIA.COM

 

Como fazer um 2018 diferente?

Receita mágica é uma crença. Fazer coisas diferentes, pressupõe, resultados diferentes.

Mentira!!

Você pode fazer as coisas diferentes e ter resultados medíocres ou mesmo, resultados diferentes do desejado.

Partindo da premissa de receita. Supõe, um conselho. Conselho é apenas uma opinião acerca de determinado assunto. Que pode ser visto ou feito de várias ou outras formas.

Em alguns dias, lá se foi 2017. Iniciaremos um novo ciclo. Uma possibilidade se aproxima de fazer um 2018 diferente. Nasce a possibilidade de florescer e brotar novos frutos.

“O presente é resultado do plantado no passado, o futuro será resultado do que plantamos a cada precioso instante das nossas vidas.”

Preparado para o desafio?

Material necessário:

  • 4 folhas de papel em branco ou da cor que você desejar;
  • Caneta e lápis de cores.

Instruções parte # 1

1 . Fazer uma lista de todas circunstancias que aconteceram em 2017 e que não gostou.

Em um dos papeis escreva todos os RESULTADOS ou VIVÊNCIAS dos últimos meses que causaram dor, sofrimento ou insatisfação. Lembre-se estamos pensando em circunstâncias e não em pessoas.

2 . Por um momento esquece o papel anterior, o importante é que você se concentre em cada atividade que estiver realizando. Pega outra folha de papel e escreva MEU PASSADO. Em palavras, escreva todas as suas atitudes, pensamentos e intenções (propósitos ou motivações) que você julgue negativa em 2017. Preste atenção, em muitas ocasiões, por crença errada não percebemos o certo e o errado.

3 . Coloque lado a lado os dois papeis e faça uma analise com o fim de estabelecer causa e efeito entre “MEU PASSADO”  e “RESULTADOS”. Cada vivência da nossa vida esta diretamente relacionada com as ações, pensamentos e intenções. Este ponto serve para assumir a responsabilidade e compreender que os resultados tem origem nos comportamentos.

relaçao causa efeito

Instruções Parte # 2

1 . Em uma terceira folha  MEU FUTURO. Escreva todos os resultados que você gostaria de alcançar, pode perdi o que deseje. Sem medo e sem restrições.

2 . Na folha quatro,  a mais importante. Destaque AS SEMENTES. Nesta folha você escreve ações e palavras necessárias que tenha em seu dia a dia, para que cada desejo da folha “MEU FUTURO”  se torne realidade. A ideia é trabalhar com comportamentos e resultados possíveis e factíveis.

 

relação causa efeito receber

Instruções parte # 3

1 . Reveja os papeis da primeira parte, nesta etapa o importante será assumir a responsabilidade de seus atos e compreender que cada coisa que fazemos gera tudo o que vivemos. Seja consciente de todas as experiências que você não deseja voltar a repetir de agora em diante. Faça um compromisso com você mesmo, e não voltar a repetir, corrigindo as atitudes, intenções, pensamentos e palavras.

Instruções parte # 4

1 . Este trabalho faz parte de seus planos de futuro, mantenha sempre visível, com o objetivo não desviar do caminho. Você é capaz de criar a realidade de tudo que deseja, apenas tem que acredita em você mesmo. Você pode, não tenha pressa, os resultados demoram um certo tempo para chegar, no entanto, se persistir e corrigir os erros, com certeza sua plantação vai colher frutos magníficos.

Feliz 2018, Estamos juntos!!!

Coach Giardino

Executive & Life Coach

Coach Educacional e Coach Emocional

Mentor e Master Coach Internacional

Contato: 00 55 71 985454125

contato@ricardogiardino.com

%d blogueiros gostam disto: