JANELA DE JOHARI COM COACH GIARDINO

Janela de Johari é uma ferramenta conceitual, criada por Joseph Luft e Harrington Ingham em 1955, que tem como objetivo auxiliar no entendimento da comunicação interpessoal e nos relacionamentos com um grupo.

Este conceito pode aplicar-se ao estudo a interacção e das relações interpessoais em várias situações, nomeadamente, entre indivíduos, grupos ou organizações.

A palavra Johari tem origem na composição dos prenomes dos seus criadores: Jo (seph) e Hari (Harrington).

O conceito tem um modelo de representação

que permite revelar o grau de lucidez nas relações interpessoais, relativamente a um dado ego, classificando os elementos que as dominam, num gráfico de duas entradas (janela): busca de feedback versus auto exposição, subdividido em quatro áreas:

modelo_janela_de_johari_com_Coach_Giardino

– área livre ou eu aberto ou arena;

– área cega ou eu cego;

– área oculta ou eu secreto;

– área desconhecida ou eu desconhecido.

Para compreender o modelo de representação, imagine uma janela com quatro “vidros” e que cada “vidro” corresponde a uma área anteriormente descrita, sendo a definição de cada uma delas:

modelo2_janela_de_johari_com_Coach_Giardino

  • área pública – zona que integra conhecimento do ego e também dos outros;
  • área social – zona de conhecimento apenas detido pelos outros, portanto desconhecido do ego;
  • área íntima – zona de conhecimento pertencente ao ego e que não partilha com os outros;
  • área desconhecida  – zona que detêm os elementos de uma relação em que nem o ego, nem os outros têm consciência ou conhecimento.

modelo3_janela_de_johari_com_Coach_Giardino

Para se entender melhor o funcionamento da janela, vejamos o seguinte exemplo:

modelo4_janela_de_johari_com_Coach_Giardino

modelo5_janela_de_johari_com_Coach_Giardino

Solicite o seu teste gratuitamente:

johari_com_coach_giardino_teste

Vem comigo 👊🏽

Coach Giardino

Executive & Life coach

Contato:

contato@ricardogiardino.com

(71) 985454125

Diagrama de Pareto: Solucionando 80% dos problemas recorrentes

A Análise de Pareto, realizada através do Diagrama de Pareto, é uma técnica estatística utilizada na tomada de decisão que permite selecionar e priorizar um número de itens capazes de produzir grandes efeitos na melhoria dos processos.

Ela utiliza o Princípio de Pareto (também conhecido como regra 80/20), a ideia de que 80% dos resultados corresponde a apenas 20% dos fatores, o que justifica a priorização.

Ou, em termos de melhoria da qualidade, a grande maioria dos problemas (80%) são produzidos por apenas algumas causas essenciais (20%).

Diagrama de Pareto

No final de 1940 o guru de gestão da qualidade Joseph M. Juran sugeriu o princípio associado ao economista italiano Vilfredo Pareto, que havia observado que 80% da renda na Itália provinha de apenas 20% da população.

Pareto depois realizou estudos sobre uma série de outros países e para sua surpresa encontrou uma distribuição similar em todos eles.

Apilcação da regra 80/20

  • 80% das reclamações dos clientes surgem a partir de 20% de seus produtos ou serviços;
  • 80% dos atrasos no cronograma surgir a partir de 20% das possíveis causas dos atrasos;
  • 80% do lucro de uma organização provem de apenas 20% de seus produtos ou serviços;
  • 20% de sua força de vendas responde por 80% do faturamento da sua empresa;
  • 20% de defeitos nos sistemas operacionais causam 80% dos seus problemas;
  • 20% dos estoques respondem por 80% dos custos;
  • 20% dos defeitos geram 80% das reclamações;
  • 20% das causas de paradas de máquinas industriais são responsáveis por 80% do tempo em que a máquina fica parada;

Diagrama de Pareto

Alguns estudos mostram que 80% do faturamento de uma empresa advém de 20% dos clientes.  Ou seja, o Diagrama de Pareto mostra a relação desigual entre causas e efeitos.

Como usar o princípio de Pareto?

Conseguir avaliar dentro do seu negócio quais os 20% de esforço que representarão 80% de melhoria, pode trazer muitos benefícios para:

  • Retenção de clientes;
  • Eliminação de desperdícios;
  • Redução de custos;
  • Aumento de vendas;
  • E principalmente aumento da lucratividade.

Tenha um objetivo claro para aplicar o princípio

É fundamental que, antes de fazer a aplicação do Diagrama de Pareto, você tenha um objetivo dentro da empresa.

Esse objetivo pode ser eliminação de desperdícios, redução de custos, a redução de estoques, a redução nas devoluções de produtos, etc.

O que será avaliado não pode ser escolhido de qualquer maneira, pois pode produzir um esforço desnecessário e uma enorme perda de tempo.

Diagrama de Pareto

Faça um levantamento dos dados

Para dar início à aplicação desse princípio, é necessário fazer um levantamento dos dados a respeito do que vai ser estudado.

Se formos fazer uma análise sobre problemas ocorridos, deve ser feito um estudo sobre os problemas ocorridos em um determinado período de tempo.

Recomenda-se que esse prazo não seja muito curto para não reduzir a possibilidade de dados distorcidos.

Como aplicar o Diagrama de Pareto?

Siga 3 passos básicos:

  1. Primeiramente determine o objetivo do diagrama, ou seja, o você quer investigar exemplo: Principais Perdas na Produção;
  2. Construa uma planilha no Excel com os dados de interesse e defina o tipo de perda, classifique da maior para a menor quantidade;
  3. Defina na tabela o tipo de perda e a quantidade reprovada, o Excel vai calcular a %, a % acumulada e vai gerar um gráfico.

Diagrama de Pareto

Repare que o gráfico é uma composição de barra e linha, que são dispostos em 2 eixos verticais (y).

O eixo à esquerda representando a % de falhas e o eixo à direita representando a % acumulada.

Diagrama de Pareto

Visualizando o gráfico acima, fica fácil identificarmos onde estão os 80% dos problemas vitais. Neste caso, eles se concentram em:

  • Diâmetro fora do especificado;
  • Comprimento fora do especificado;
  • Deformação.

Portanto, para o envolvimento da equipe nas ações de resolução dos problemas, os esforços devem ser concentrados nestes 3 itens.

Observe que, uma vez resolvidas as três primeiras causas, você estaria solucionando 80% das reclamações.

Outros exemplos de Pareto

Diagrama de Pareto

 

Diagrama de Pareto

 

Diagrama de Pareto

Fonte:

Edson Miranda Possui 27 anos de experiência no processo qualidade, cinco certificações ISO 9001, uma ISO/TS 16949 e vários projetos para melhorar a qualidade, aumentar a produtividade, eliminar desperdícios, reduzir custos, melhorar a organização, segurança e o relacionamento com clientes e fornecedores, e estou me especializando em energia limpa renovável e sustentabilidade.